Mastopexia

Comumente referida como cirurgia de lifting de mama, a mastopexia reposiciona a aréola e o tecido mamário, removendo o excesso de pele e comprimindo o tecido para compor o novo contorno da mama.

A cirurgia pode alterar o volume das mamas, caso esse seja o desejo da paciente ou preenche a parte de cima da mama (colo), bem como se desejar seios menores, considere a combinação de elevação da mama e cirurgia de redução.

As incisões são feitas ao redor da aréola, abaixo dela, e ao nível do sulco infra mamário sob o seio (T invertido). Através da incisão, remove-se todo o excesso de pele posicionado na porção inferior da mama.

Sutiã interno:
É possível associar a cirurgia de mastopexia á técnica de sutiã Interno que consiste num mais refinado e mais elaborado procedimento para dar sustentação na prótese mamária, além de fazer o reforço, o sutiã interno deixa a mama com um perfil um pouco mais elevado e garantindo que a prótese não caia ou ceda precocemente.

A técnica consiste basicamente em fazer uma escora com fios promovendo um apoio a prótese de silicone.

Pós-Operatório
Após o procedimento, serão colocados curativos sobre as incisões. Será necessário usar uma bandagem elástica ou sutiã para minimizar o inchaço e sustentar a mama. Um dreno pode ser temporariamente colocado sob a pele para drenar qualquer excesso de sangue e de fluido que possam acumular após a cirurgia.

Anestesia geral
Tempo de duração: dura cerca de 2 horas.

ALÇA MUSCULAR LATERAL:
A técnica de Alça Muscular lateral é a técnica onde a prótese é colocada em plano submuscular, e será preservado uma faixa de músculo (geralmente o músculo peitoral maior), na parte inferior e lateral com intuito de oferecer maior apoio ao implante, diminuindo risco de deslocamento lateral e para baixo.

A grande vantagem dessa técnica é que ela oferece resultados com previsibilidade maior e um estabilidade a longo prazo.

Mulheres com menor volume de mama, sem tanta queda de aréola e dos mamilos tem um melhor resultado nessa técnica, entretanto mulheres que desenvolveram flacidez, mesmo que já tenham implante também respondem bem a essa técnica.

É normal haver um pouco mais de dor no pós operatório durante essa técnica, pois há uma mobilização da musculatura lateral, embora seja uma técnica muito sofisticada, é considerada invasiva e o resultado final da cirurgia poderá ocorrer entre de 6 meses a 1 ano para obter a forma definitiva.

  • Excesso de glândulas mamárias
  • Mama com excesso de pele
  • Assimetria de mama
  • Dieta adequada
  • Seguir orientações dadas pela médica
  • Exames aptos a fazer a cirurgia
  • Drenagem linfática manual e uso de aparelhos indicados pela Fisioterapeuta
  • Uso de medicação recomendada
  • Compressas

Avaliação

Faça sua pré-avaliação

Você poderá fazer sua pré-avaliação clicando no botão abaixo, que você será direcionado para o nosso WhatsApp onde receberá todo o apoio necessário, além de ter sanada todas as suas dúvidas.

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Carrinho De Compras