Vamos entender o que é Cirurgia Plástica Funcional e a sua importância!

A Cirurgia Plástica Convencional trata da beleza do paciente e não da sua saúde, agora vamos falar de um novo e atual conceito que é a Cirurgia Plástica Funcional.

O QUE É PLÁSTICA FUNCIONAL?

É um novo e atual conceito de cirurgia preventiva, que reúne uma coleção sistêmica de parâmetros de avaliação do paciente. Trata-se de cumprir com objetivos funcionais, ou seja, com o intuito de solucionar os problemas de saúde do paciente.

PARA QUE SERVE A PLÁSTICA FUNCIONAL?

Visa cuidar dos aspectos internos do paciente para que ele tenha uma melhor recuperação pós cirúrgica e uma melhor resposta cicatricial.
Por isso, a Cirurgia Plástica Funcional abrange uma série de abordagens que buscam equilibrar fatores bioquímicos, fisiológicos e emocionais que trazem impacto direto ao paciente no pós-operatório. Eles podem incluir tratamentos nutricionais, vitamínicos, hormonais, imunológicos, estéticos e cirúrgicos.

PARA QUE FAZER A PLÁSTICA FUNCIONAL?

A fim de que cada paciente tenha um tratamento efetivo, o menos traumático possível e com o melhor resultado dentro das expectativas desejáveis.

O objetivo cirúrgico é, além de evitar intercorrências, trazer um pós operatório de recuperação mais acelerada e um resultado positivo no aspecto final do procedimento.

O QUE É IMPORTANTE SABER?

O que precisamos saber é que quando os indicadores internos estão desajustados, o paciente passa a não responder aos tratamentos, ter resultados muito piores do que o esperado, piora do quadro de saúde, intercorrências que são difíceis de serem tratadas e em casos mais graves uma evolução com óbito.
A plástica funcional veio para evitar que o paciente seja submetido a um processo cirúrgico invasivo sem as devidas condições, bem como potencializar o resultado que ela poderá ter com os tratamentos

COMO É APLICADA A PLÁSTICA FUNCIONAL?

A plástica funcional é aplicada quando é solicitado os exames que determinam um diagnóstico.
Diferente dos parâmetros considerados normais, na cirurgia funcional existem valores de referência diferenciados, pois partindo do princípio que após um procedimento cirúrgico invasivo, os padrões de necessidade do corpo serão diferentes, além das substâncias que serão retiradas, o que por si só altera o organismo, o próprio processo de cicatrização irá contribuir para alterar todo o funcionamento do organismo.
Você gostou de saber desse novo conceito? Marque sua consulta e tenha mais informações!

Share this post

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart