Um-novo-estudo-sobre-os-malefícios-de-ficar-sentado-por-muito-tempo-traz-uma-boa-motivação-para-se-levantar-e-se-movimentar-durante-o-seu-dia-de-trabalho Dra Georgia Machado Cirurgia Plástica em Fortaleza

Você está sentado? Se estiver, talvez queira se levantar depois de ler esta reportagem: um novo estudo sobre as consequências de ficar muito tempo sentado descobriu que ninguém está imune aos efeitos prejudiciais de horas na cadeira.

O estudo foi publicado na semana passada no “British Journal of Sports Medicine”, nele pesquisadores observaram os fatores de risco associados à doença cardiovascular e diabetes, incluindo a circunferência da cintura, índice de massa corporal e os níveis de colesterol em 4.550 adultos norte-americanos. Os indivíduos foram divididos por sexo, nível sócio-econômico e vários grupos étnicos.

Depois do controle por sexo, raça, nível de atividade, e outros fatores, os resultados mostraram que o aumento dos riscos estava presente em indivíduos que relataram ficar sentados durante pelo menos quatro horas por dia.

Mesmo a dieta e o exercício não oferecem muita ajuda, embora os pesquisadores do Centro de Pesquisa Biomédica Pennington, em Baton Rouge, Louisiana (EUA), afirmassem que que os fatores de risco e o período que ficamos sentados eram mais forte nas pessoas que não se exercitam.

As evidências sobre os riscos para a saúde desse “sentar prolongado” são preocupantes, especialmente para aqueles em carreiras que exigem longas horas no escritório. Uma maneira de se sentar menos? Tenha uma mesa que possibilite trabalhar em pé, ou que pelo menos garanta que você faça um exercício regular e tire várias pausas ao longo do dia.

Além disso, deixe seus hábitos sedentários para trás em suas horas de folga, optando pelo exercício em vez de assistir à televisão, o que estudos anteriores descobriram que pode aumentar a sua longevidade.

Acesse o novo estudo:
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23981954

Espaço Georgia Machado

Dra Georgia Machadocirurgiã plástica em Fortaleza, Diretora Técnica do Espaço Georgia Machado

Fonte: Relaxnews

 

Responda