A Fisioterapia Dermato-Funcional, atuando previamente à cirurgia plástica, tem como benefício maior, otimizar os resultados do procedimento cirúrgico a ser realizado, diminuindo o desconforto e os traumas  para o paciente.

Os recursos como a drenagem linfática e a eletroterapia, usados no tratamento pré-operatório, proporcionam ao paciente:

  • Prevenção de edemas complexos no pós-operatório
  • Desintoxicação do organismo
  • Descongestionamento dos vasos e tecidos
  • Melhora do aspecto da pele
  • Nutrição tissular
  • Prevenção de complicações comuns às cirurgias
  • Orientação quanto ao uso de cremes hidratantes para um adequado restabelecimento do tecido cutâneo

A Fisioterapia no pós-operatório atua minimizando as queixas, acelerando a recuperação e potencializando o resultado da cirurgia agindo, portanto, na plena recuperação do paciente:

  • Regeneração do retalho cutâneo
  • Redução da possibilidade de isquemia do retalho
  • Prevenção de cicatrizes hipertróficas
  • Aliviar a dor e o edema
  • Redução de equimose
  • Evitar retrações cicatriciais
  • Combater e previnir a fibrose
  • Evitar o seroma
  • Atuar no déficit de sensibilidade
  • Aliviar contraturas musculares

Ianne Oliveira de Araújo Ribeiro

CREFITO 851

Responda