Realizar uma cirurgia bariátrica às vezes é a única saída pra quem está com índice de massa corporal(IMC) acima de 25 e já apresenta repercussões clínicas, e muitas mudanças vão advir dessa decisão, o escesso de pele remanescente muitas vezes incomodam mais que o sobrepeso, esteticamente ou por repercussões clínicas. A cirurgia plástica aparece como uma luz no fim do túnel, só ela pode novamente restabelecer a harmonia e remodelar o corpo.

Geralmente o cirurgião bariátrico libera o paciente com um ano após a realização da cirurgia quando o peso já está estabilizado e as comorbidades como a pressão alta por exemplo controladas . É muito importante que o paciente esteja psicologicamente estável é por isso existe toda uma equipe acompanhando e orientando o ex-obeso. E vem logo aquela vontade de mudar tudo de uma hora prá outra deitar na mesa cirúrgica e levantar totalmente modificado, infelizmente o paciente tem que entender que tudo vai ser realizado aos poucos para que haja segurança e se consiga o melhor resultado, as alterações da perda de peso acentuada alteram muito a qualidade da pele que fica sem nenhuma elasticidade, então as vezes são necessarios retoques para que o resultado seja perfeito.

Cicatrizes meu Deus ! Uma realidade, na verdade o paciente faz uma troca o excesso de pele por uma cicatriz geralmente bem posicionada em sulcos naturais e corbertos por roupas de banho, a qualidade da cicatriz, vai depender do organismo de cada um. Segurança, segurança, segurança palavra chave. Então a quantidade de cirurgias vai depender de quanta pele deverá ser retirada, por exemplo: Mamoplastia e abdominoplastia(só anterior); abdome 360 e colocação de prótese; abdominoplastia e lifiting de coxa; mamoplastia e lifiting de braços; abdminopalstia e torsoplastia e assim por diante sempre levando em cosideraçao o sequestro sanguineo da área a ser removida, o tempo cirúgico, a morbidade pós-operatória que vai interferir no risco de embolia e também no melhor resultado estético. Se a paciente ainda tem muita sobra de pele e por isso ainda não está no peso ideal seria interressante não realizar a cirurgia das mamas porque com a abdminoplastia ainda vai haver muita perda de peso e medidas, então operando as mamas estas poderiam depois ficar flácidas, então a solução é fazer o abdomen primeiro e o lifiting de coxas se necessário e depois as mamas, isso depende de um planejamente junto ao cirurgiâo. Para entender melhor classificamos como nos EUA:

  • UPPER BODY LIFT: Aborda de uma só vez a parte superior do toráx, ou seja poderá ser realizado torsoplastia, lifiting de braços e ou mamoplastia ou só a colocação da prótese de silicone, ou ainda a mastopexia mais a colocação da prótese de silicone que é  geralmente o procedimento mais realizado na parte superior do tronco porque num processo longo de perda de peso elas acabam ficando com mais pele e gordura do que tecido mamário, com isso, perdem a forma, tornam-se pendentes e com aspecto enrugado.
  • LOWER BODY LIFT: Remodela toda a parte inferioir do tronco, como abdome, parte interna da coxa e nádegas. O abdome depende muito da quantidade perdida às vezes a pele de um ex-obeso se comporta como um paciente que por exemplo teve duas gravidezes, ou seja esticou, teve um ganho e depois uma perda de pele, teve alterações na musculatura, nestes casos o procedimento é mais fácil uma abdominoplastia comun com lipo nos flancos costas e onde mais for necessário. Na grande maioria das vezes não é tão simples assim, então temos que pensar em soluçoes práticas, ou uma cicatriz âncora que pode retirar uma grande quantidade de pele ou uma abdominoplastia 360 graus retirando o excesso de pele em toda a circunferência abdominal e ainda melhorando o glúteo vai depender se a paciente tem uma cicatriz vertical( realizou cirurgia bariátrica aberta) ou não. Nessa classificação tambem estão os lifitings crurais ou de coxa mais popularmente conhecidos que deixam uma cicatriz muito ev idente, por isso só realizado por pessoas com realmente muito excesso de pele e os implantes de prótese de silicone nos glúteos procedimente cada dia mais popular.
  • TOTAL BODY LIFT: Seria a remoção de toda a pele pendente da face, mamas, braços, coxas e de toda a circunferêencia do abdome é necessário muito tempo tempo cirúrgico, uma equipe de cirurgiões plásticos e que a paciente tenha menos de 50 anos pratique exercícios físicos regularmente e uma análise realmente realista de que a cirurgia trará mais benefícios do que riscos. Este procedimento é poucp realizado porque juntar todos estes fatores é muito difícil. Porque fazer tudo em um único tempo se o procedimento pode ser dividido? Geralmente o que é realizado é mamoplastia e abdominoplastia em uma única cirurgia, resolvendo os dois maiores problemas de quem teve uma grande perda de peso.

Então resumindo: A técnica e as cirurgias que serão realizadas dependerão da escolha do paciente de suas condições físicas e emocionais. Ter expectativas realistas, se determinar  a manter hábitos saudáveis são essenciais .

2 Responses to “Ex-obeso X Cirurgia Plástica”

  1. Bruna, Responder

    Realmente é fato, quando perdemos muito peso como o meu caso que perdi 60 k com a redução de estomago, queremos recuperar o tempo perdido a ansiedade para melhorar tudo retirar todo o excesso de pele é muito grande criamos muita expectativa com a cirurgia plástica que realmente muda muito a nossa vida depois de realizada, mas temos que ser pacientes pois cada pessoa tem uma recuperação diferente, temos também que aprender a fazer escolhas saudáveis e sempre praticar exercícios físicos pois é primordial para manter o corpo e a mente em forma, se não mudarmos principalmente a nossa forma de pensar em relação a comida é fato que vamos engordar novamente pois depois do primeiro ano de redução de estomago o nosso organismo passa a aceitar melhor tudo que você queira comer mesmo que em pequenas quantidades mas se repetidas diariamente você acaba engordando novamente e ai não vai valer a pena a plastica e a redução de estomago.

  2. Maria, Responder

    Realmente depois que você perde grande quantidade de peso a cirurgia plástica se torna necessária.
    Eu havia passado por uma redução de estômago, perdi mais de 40kg e depois de 1 ano e meio passei por uma cirurgia plástica. Realizei o procedimento na Clínica Master Health em SP. Fui muito bem orientada e agora estou super satisfeita.
    Agora estou aproveitando a vida mais leve e feliz.

Responda