Uma nova pesquisa dos EUA dá aos idosos chocólatras um novo motivo para apreciar a guloseima. Cientistas descobriram que beber duas xícaras de chocolate quente por dia pode ajudar a aguçar as habilidades cognitivas de algumas pessoas mais velhas e manter o cérebro saudável.

Beber-chocolate-quente-ajuda-a-manter-o-cérebro-ativo - Dra Georgia Machado Cirurgia Plástica em Fortaleza

Para seu estudo, publicado na edição on-line do Neurologydesta semana, pesquisadores da Escola de Medicina de Harvard, em Boston recrutaram 60 pessoas com uma idade média de 73 anos, e que não sofriam de demência.

Depois de colocá-las em uma dieta que incluía duas xícaras de chocolate quente por dia, durante um mês, os cientistas mediram a quantidade de fluxo de sangue para o cérebro dos participantes, que se comprometeram a realizar testes cognitivos e de memória.

O Espaço Georgia Machado conta com os melhores nutricionistas.

Um fluxo sanguíneo saudável desempenha um papel importante em doenças ligadas à cognição,

“À medida que diferentes áreas do cérebro precisam de mais energia para completar suas tarefas, elas também precisam de um maior fluxo de sangue”, explicou a autora da pesquisa Farzaneh Sorond.

“Esta relação, chamada de acoplamento neurovascular, pode desempenhar um papel importante em doenças como o Alzheimer.”

Enquanto não houve diferença mensurável do fluxo sanguíneo ou nos resultados de testes entre aqueles com fluxo regular de sangue, os pesquisadores observaram uma melhoria de 8% no fluxo dos 18 participantes que iniciaram o experimento já apresentando um fluxo sanguíneo prejudicado.

Além de melhorar o fluxo de sangue para as áreas de trabalho do cérebro, os participantes também melhoraram seus tempos em um teste de memória, caindo de 167 segundos para 116 segundo no final do experimento, disseram os pesquisadores.

Os resultados do estudo sugerem que compostos diferentes contidos no chocolate poderiam desempenhar um papel. A metade do grupo recebeu um chocolate quente enriquecido com flavonóides antioxidantes e o outro recebeu um pobre nesse composto, porém os cientistas não encontraram nenhuma diferença clara entre os dois.

E se você estiver afim de comer uma barra ou um pedacinho de chocolate, um estudo dinamarquês sugere que opte pelo tipo escuro, já que ele é mais concentrado em cacau do que a maioria, que tem mais proporções de leite e açúcar, além disso ele faz com que a vontade de comer doces alimentos, salgados e gordurosos diminua.

Oferecimento: Espaço Georgia Machado.
Love-se

Fonte: Relaxnews

Responda